Log in
Login
Password
Remember
Forgot password ?
Become a member for free
Sign up
Sign up
Settings
Settings
Dynamic quotes 

4-Traders Homepage  >  News

News

Latest NewsCompaniesMarketsEconomy & ForexCommoditiesInterest RatesHot NewsMost Read NewsRecomm.Business LeadersCalendar 

Brazilian Statistical and Geographic Institute : 09/13/2012 In July, retail sales increased by 1.4% and nominal revenue rose by 1.7%

share with twitter share with LinkedIn share with facebook
share via e-mail
0
09/13/2012 | 03:11pm CEST

In July, retail trade in the country recorded increase of 1.4% in volume of sales and of 1.7% in nominal revenue, in relation to the previous month, in the seasonally adjusted series. Regarding volume of sales, that is the second positive result after the decrease recorded in May. In terms of nominal trade, the current result represents the fifth consecutive month with a positive rate. The other comparisons, obtained from the original series, that is, without adjustment, volume of sales increased 7.1% over July 2011; 8.8% accumulated in the first seven months of the year and 7.5% accumulated in the last 12 months. In similar comparisons, nominal revenue changed by 10.3%, 11.8% and 11.3%, respectively. The complete publication is available at www.ibge.gov.br/english/estatistica/indicadores/comercio/pmc/.

See the remainder in Portuguese.

Entre as dez atividades, oito registraram variação positiva

Nos resultados de julho sobre o mês anterior, com ajuste sazonal, oito das dez atividades registraram variações positivas em termos de volume de vendas, destacando-se a atividade de Equipamentos e material para escritório, informática e comunicação, com 9,7%, seguida por Tecidos, vestuário e calçados (2,4%); Combustíveis e lubrificantes (1,2%); Material de construção (1,0%); Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo (0,8%); Móveis e eletrodomésticos (0,7%); Outros artigos de uso pessoal e doméstico (0,3%); Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos, de perfumaria e cosméticos (0,3%). As variações negativas ocorreram nas atividades de Livros, jornais, revistas e papelaria, com -0,7% e em Veículos e motos, partes e peças, com -8,9%.

Já na relação julho de 2012 contra julho de 2011 (série sem ajuste), todas as atividades pesquisadas apresentaram aumento no volume de vendas, cujas taxas, por ordem decrescente de magnitude, foram as seguintes: 16,4% para Veículos e motos, partes e peças; 12,5% para Móveis e eletrodomésticos; 11,4% em Equipamentos e materiais para escritório, informática e comunicação; 11,3% em Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos e de perfumaria; 7,3% para Combustíveis e lubrificantes; 6,3% em Outros artigos de uso pessoal e doméstico; 6,2% para Livros, jornais, revistas e papelaria; 5,5% em Material de construção; 5,5% para Tecidos, vestuário e calçados e 5,0% em Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo.

Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo, com variação de 5,0% no volume de vendas em julho sobre igual mês do ano anterior, foi o responsável pela maior participação no resultado do varejo (33%). Mesmo com a principal influência, a atividade apresenta desempenho abaixo da média, em função do comportamento dos preços dos alimentos, que cresceram acima do índice geral no período de 12 meses: 8,2% no grupo Alimentação no domicílio, contra 5,2% da inflação global, segundo o IPCA. Em termos de resultados acumulados, as taxas de variação se estabeleceram em 8,9% para o acumulado dos primeiros sete meses do ano, e em 6,8% no dos últimos 12 meses.

Móveis e eletrodomésticos, com aumento de 12,5% no volume de vendas em relação a julho do ano passado, foi responsável pela segunda maior participação da taxa do varejo (31%). Em termos acumulados, as variações atingiram 13,9% no ano e 14,2% em 12 meses. A atividade tem seu resultado explicado pela política de incentivo do governo ao consumo através da redução de alíquotas de IPI para móveis e linha branca, além da manutenção do crédito e da estabilidade do emprego, bem como pela queda dos preços dos eletrodomésticos (-6,7%, nos últimos 12 meses, para Aparelhos eletrônicos no IPCA do IBGE).

Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos e de perfumaria, com 11,3% de crescimento no volume de vendas em relação a julho de 2011, ficou com o terceiro impacto na formação dos resultados do varejo. Com acréscimos da ordem de 11,0% no acumulado do ano e de 10,0% no acumulado dos últimos 12 meses, o segmento mantém em todas as comparações resultados acima da taxa global. Os principais fatores a contribuir para isto foram a oferta de crédito e a essencialidade dos produtos do gênero.

Combustíveis e lubrificantes, com variação de 7,3% no volume de vendas em relação a julho de 2011, foi responsável pelo quarto maior impacto no resultado geral do varejo. Em termos de desempenho acumulado, as taxas de variação ficaram em 5,1% e 3,0% para os sete primeiros meses do ano e para os últimos 12 meses, respectivamente. Tais resultados têm como principal causa a redução dos preços dos combustíveis automotivos, que nos últimos 12 meses registraram variação de -1,8%, segundo o IPCA.

Outros artigos de uso pessoal e doméstico, que engloba segmentos como lojas de departamentos, ótica, joalheria, artigos esportivos, brinquedos etc., registrou crescimento de 6,3% no volume de vendas em relação a julho de 2011, exercendo, com isso, o quinto maior impacto na formação da taxa do varejo. Em termos de acumulados, as variações foram de 7,3% no ano e de 4,8% nos últimos 12 meses.

Varejo ampliado cai 1,5% em julho

O comércio varejista ampliado, que inclui o varejo e mais as atividades de Veículos, motos, partes e peças e de Material de construção, registrou em relação ao mês anterior variação de -1,5% para o volume de vendas e de -1,0% para a receita nominal, ambas as taxas com o ajustamento sazonal. Comparado com o mesmo mês do ano anterior (sem ajuste sazonal), as variações foram de 10,2% para o volume de vendas e de 10,4% para a receita nominal. No acumulado do ano e dos últimos 12 meses o setor apresentou taxas de variação de 7,5% e 5,9% para o volume e de 8,8% e 7,9% para a receita nominal de vendas, respectivamente.

No que tange ao volume de vendas, a atividade de Veículos, motos, partes e peças registrou crescimento de 16,4% em relação a julho de 2011, acumulando nos sete primeiros meses do ano e nos últimos doze meses variações de 5,0% e 2,9%, respectivamente. A queda de preços em função da redução do IPI para compra dos automóveis novos justifica tais variações. Quanto a Material de construção, o acréscimo no volume de vendas foi de 5,5% na relação julho de 2012 contra igual mês do ano anterior, acumulando 8,7% nos sete primeiros meses do ano e 7,6% nos últimos 12 meses. Cabe ressaltar que os incentivos fiscais do governo através da redução do IPI continuam estimulando o desempenho do segmento.

Resultados foram positivos em todos os estados na comparação com julho de 2011

Todas as unidades da federação apresentaram resultados positivos no volume de vendas na comparação julho de 2012 contra julho de 2011. Os destaques em termos de taxa de crescimento foram: Roraima (28,8%); Acre (17,6%); Amapá (17,5%); Mato Grosso do Sul (15,0%) e Maranhão (12,1%). Quanto à participação na composição da taxa do comércio varejista, destacaram-se, pela ordem: São Paulo (8,5%); Minas Gerais (7,2%); Rio de Janeiro (4,4%); Paraná (7,1%) e Bahia com 8,7%.

Quanto ao varejo ampliado, que também apresentou variação positiva em todos os estados no mesmo período de comparação, as maiores taxas de desempenho, no que tange ao volume de vendas, ocorreram em Roraima (23,3%); Mato Grosso (20,5%); Acre (20,4%); Tocantins (19,7%) e Alagoas (17,9%). Em termos de impacto no resultado global do setor, os destaques foram os estados de São Paulo (12,2%); Rio Grande do Sul (10,0%); Rio de Janeiro (6,7%); Paraná (9,5%) e Minas Gerais com 6,1%.

Ainda por unidades da federação, os resultados sobre o mês anterior com ajuste sazonal, para o volume de vendas, foram positivos em 18 dos 27 estados, sendo destaques as taxas do Rio Grande do Norte (3,0%); São Paulo (2,9%); Ceará (1,8%); Piauí (1,6%) e Maranhão (1,6%).

Social Communication
September 13, 2012

distributed by
share with twitter share with LinkedIn share with facebook
share via e-mail
0
React to this article
Latest news
Date Title
09:24p GENERAL GROWTH PROPERTIES : AT THE MALL Providence Place to replace JCPenney’s with parking
09:24p FORD MOTOR : Business Newsmakers
09:20p SAUDI PETROCHEMICHAL : Addendum announcement from (sipchem) regards the approval by the board of directors of a potential issue of sharia compliant sukuk >
09:20p ALMARAI COMPANY : announces deposit amounts returned from the sale of fractional shares resulting from the capital increase in the eligible...
09:20p MARRIOTT : Dur Hospitality Co. announces the signing of a franchise agreement with Marriott International to operate Yanbu Hotel >
09:20p BUPA ARABIA MIDDLE EAST : AAddendum announcement from Bupa Arabia for Cooperative Insurance Co. related to inviting Its Shareholders to attend the Ordinary General Assembly...
09:20p SAUDI AIRLINES CATERING : invites its shareholders to attend the Ordinary general assembly Meeting (Reminder announcement) >
09:20p AL HAMMADI DEVELOPMENT AND INVESTMENT : Company for Development and Investment announces obtaining a Extension of the Islamic Financing Facility Agreement >
09:20p METLIFE AIG ANB FOR COOPERATIVE INSURNCE : Cooperative Insurance Company announces SAMA's Final approval for its insurance products. >
09:17p GNRALSTOREINTNPV : Jazz fest's last day kicks off, storm ends some sets early
Latest news
Advertisement
Hot News 
ANDALAS ENERGY AND POWER : Issue of Zero Coupon Loan Note
6D GLOBAL TECHNOLOGIES, INC : Change in Directors or Principal Officers, Financial Statements and Exhibits (form 8-K)
AVOLON : sustains strong performance as fleet increases to over 400 aircraft
PETRO MATAD : Expecting "Highly Material" Compensation From Partner
HML : Director Dealing April 2016
Most Read News
04/30 Inbox Blueprint 2.0 – Anik Singal Launches an Easy to Follow Online Marketing Program for Beginners in Email Marketing
04/30 LIPOSUCTION VS. TUMMY TUCK : Which Is Right for Me?
04/30 Derma Essence Facial Serum – Critical Information Released
12:27a FIRST : ® Hosts 20,000+ Students at World’s Largest Robotics Competition
04/30 ACF AUSTRALIAN CONSERVATION FOUNDATION : Coal or coral? Greens plan puts choice in focus
Most recommended articles
01:22pDJCSX Freight Train Derails in Washington, D.C. -- Update
12:21pDJNorth Sea Helicopter Operators Making Backup Plans After Norway Crash -- 2nd Update
12:03p ALLAN LEIGHTON : Retail heavyweights Mike Ashley, Allan Leighton eye BHS stores
10:42a Exclusive - Qatar fund uses more external managers, cuts focus on Europe
09:50a German industry expects output to grow despite weaker exports, BDI says